14

Mar 28, 2011
É isso, está decidido. Preciso de mudanças, preciso de um corte de cabelo ou até mesmo de estar sem cabelo. Quero o drástico, procuro o que machuca e a ferida abre novamente. "Sadômasô" que sou, dou volta ao mundo em um pensar, só pra no teu colo  ver um outro a te abraçar, beijar e todos os "ar" que conseguires colocar de forma gentil e bondosa. Tu disse: "Se duas pessoas se amam, não importam as circunstâncias, elas conseguem ficar juntas." A pena é que nem pessoa eu sou mais, sou resto. E na mudança vou tentar ser alguma coisa que não seja sobras, de segunda mão... um substituto do teu calor. Com o pesar do trocadilho infame, permita-te aceitar este conselho: Não ames pequena criatura, tu acabarás despedaçado entre a sarjeta... fique enxuto. Deixa que esta segunda seja única entre tantas outras quintas espalhadas por aí.

No comments:

Post a Comment