19

Jul 4, 2011
o dezenove é sobre o vinte e um, sobre o quatro de julho, sobre ficar um ano mais velho. é engraçado, envelheci tanto depois que fostes embora que parece redundante aumentar "um" ano da minha idade. no interior, me sinto muito mais velho que isso. as dores de amor machucam, cicatrizam e te deixam com essa armadura feia de quem não quer mais se machucar. pura tolice, quando o amar nada mais é do que isso... decidi não fazer festa, agradeço por não estar nos estados unidos vendo as paradas e ouvindo os fogos da independência, a minha independência foi tu quem proclamou e, triste, tive que aceitar. ainda estou aprendendo, é estranho completar mais um ano sem você mas dessa vez, prefiro olhar como se fosse um ano só pra mim, me darei de presente o egoísmo. e ao soprar as velinhas imaginárias de um bolo floresta negra, tão escuro quando os pensamentos que andei tendo... pedi simplesmente: quero ser feliz denovo.

1 comment:

  1. Primeiramente Happy b-day ! Depois quero elogiar o dom que vc tem em escrever, deveria ser poeta menino ! Fantastico .... estou te seguindo ...

    ReplyDelete